9 de abril de 2006

NOTAS - Voz do Grande Ponto

“Quebraram meu sigilo bancário, agora podem quebrar meu sigilo do voto, para descobrir que um dia eu votei, porque acreditei em um trabalhador" - Francenildo Costa (caseiro em Brasília).

Justiça na mira da CPI
Com a queda do ministro da Fazenda Antonio Palocci, a crise mudou de endereço e chegou ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos. Dois funcionários de confiança do ministro depuseram na Polícia Federal. O chefe-de-gabinete de Bastos, Cláudio Alencar, e o secretário de Direito Econômico, Daniel Goldberg, confirmaram que estiveram na casa de Palocci no dia em que ele recebeu o extrato da conta bancária do caseiro Francenildo Santos Costa. Eles negaram ter visto a movimentação financeira do caseiro que fez acusações ao ex-ministro Palocci. Goldberg revelou que Palocci queria que a PF, subordinada ao Ministério da Justiça, investigasse o caseiro. Os depoimentos complicam ainda mais a situação do governo. A oposição já iniciou os ataques a Márcio Thomaz Bastos, que pode ser chamado a dar explicações no Congresso.

Vereador Valente
Sempre disse que a Câmara Municipal de Natal perdeu muito com a saída dos vereadores Jorge Araújo, Olegário Passos, Hugo Manso e George Câmara, que faziam à diferença quando o assunto era de interesse da população. Quem mais perdeu foi a população humilde, que agora sofre com a saúde deficitária, educação de péssima qualidade, com professores em greve e o eminente aumento das passagens dos transportes coletivos. Mas, a Câmara Municipal natalense ganhou a presença do vereador Fernando Lucena que vem preenchendo uma parte da lacuna deixada pelos edis já citados. Com um estilo polêmico, o vereador petista Fernando Lucena faz oposição ao prefeito, cujos partidos são aliados no Estado e no Município (PT e PSB), não mede palavras para criticar correligionários e promete ser um vereador atuante pela causa social.

Concurso de Jornalismo
No próximo dia 5 de abril, o Conselho Regional de Odontologia (CRO/RN) vai promover em sua sede o coquetel de lançamento do “II Prêmio Imprensa de Saúde Bucal”. O concurso vai premiar trabalhos veiculados em televisão, rádio e jornal impresso e que abordem temas relacionados à saúde bucal. As inscrições são gratuitas e começam no dia 21 de abril, dia de Tiradentes (considerado o patrono da odontologia) e podem ser feitas na sede do CRO. No ato da inscrição o candidato deve levar uma cópia do material que será apresentado. Já a entrega do prêmio será no dia 28 de outubro, onde se comemora o dia do dentista. Segundo o presidente do CRO, Ricardo Sá, a idéia do prêmio é incentivar ainda mais o papel da imprensa em informar a sociedade e divulgar o tema da saúde bucal junto a população. “Esse ano iremos dividir em três categorias: tv, rádio e impresso. Antes eram todos juntos e agora resolvemos desmembrar”, informou. Coincidindo com o lançamento do prêmio acontecerá o Sarau Litero-Musical, que é realizado na primeira quarta-feira de cada mês.

Odontologia do Trabalho
Em junho, o Sindicato dos Odontologistas do Estado do Rio Grande do Norte (SOERN) vai ministrar o Curso de Especialização em “Odontologia do Trabalho” para seus associados. O Conselho Federal de Odontologia criou cinco novas especialidades odontológicas, entre elas a “Odontologia do Trabalho”, já reconhecida oficialmente através de um Projeto de Lei 3520/04, de autoria do deputado Vanderlei Assis (PP-SP), que está em tramitação no Congresso Nacional para que seja implantado em todo o território nacional. Mais informações sobre o curso na sede do SOERN ou pelo telefone 84 3206-3498, ou ainda com o doutor Rubens 84 3219.6007 / 8808.3545 e pelo e-mail: soern-odonto@click21.com.br

OABeco e UBE-RN
Depois de inaugurar a nova Ordem dos Advogados do Beco da Lama (OABeco), uma entidade “legal” que tem como objetivo a restauração, em todos os sentidos, do Centro Histórico de Natal, o poeta Lívio Oliveira, junto com um time de intelectuais, refundaram a União Brasileira dos Escritores do Rio Grande do Norte. A UBE-RN pretende integrar e incrementar a produção literária no Estado, cujo objetivo principal é a defesa da presença de escritores locais nas livrarias do Estado. Há ainda o plano de fazer um selo que abrigue a produção de autores da terra. “Nossa entidade está aberta a todos os escritores que estejam comprometidos com a literatura do Rio Grande do Norte”, complementou o poeta.

Homenagem à Othoniel Menezes
A Fundação Cícera Queiroz realizou, no início de março, uma homenagem ao poeta natalense Othoniel Menezes, considerado o “Príncipe dos Poetas” potiguares e autor de “A Serenata do Pescador – Praieira”, canção-símbolo da Cidade do Natal. Poetas, seresteiros, repentistas, trovadores e artistas em geral prestaram um tributo ao poeta, na data de seu nascimento, na casa onde nasceu e onde hoje está instalada a Fundação Cícera Queiroz, na rua das Laranjeiras, centro da cidade.

Eleição no Beco da Lama
No dia 29 de abril, os confrades becodalamenses irão escolher o próximo Diretor Executivo (presidente) da Sociedade dos Amigos do Beco da Lama e Adjacências (SAMBA). Devo avisar aos amigos e leitores que sou candidato ao cargo, encabeçando a chapa “Sempre Samba” ao lado do fotógrafo Hugo Macedo, do artista plástico Venâncio Pinheiro, da jornalista Yasmine Lemos, do poeta Falves Silva, do empresário Júnior Amaral, entre outros colaboradores.

Sempre Samba
Para reforçar a identidade cultural do Beco da Lama, nosso grupo pretende lutar para a aquisição de uma sede própria para a Samba, onde serão ministradas oficinas de arte plásticas, literatura, pintura, etc., servindo de escritório para reuniões, encontros e palestras. A chapa Sempre Samba tem intenções de desenvolver um jornal cultural para divulgar a produção literária e os artistas do Beco da Lama, além de ser um instrumento informativo da gestão. Será criado um concurso de poesia declamada com o “Premio Jorge Fernandes” para a melhor performance poética. Para festejar o São João, a Sempre Samba vai tentar viabilizar o “Forrobeco - I Arraia do Centro Histórico”. Os eventos tradicionais como o Carnabeco, o Festival Gastronômico, o Reivellon, entre outros, continuaram fazendo parte do calendário de eventos do Beco.

Um comentário:

Rubens Barros de Azevedo disse...

Que assim seja! Que a nova Diretoria consiga realizar belo trabalho para benefício da Cultura e da Arte Potiguar.