11 de julho de 2010

O sal de Macau

A velha ilha já tinha jazidas de sal conhecidas que nasciam espontaneamente na região desde o início da colonização. Hoje, as salinas de sal marinho em Macau são responsáveis por mais de 95% da produção salineira brasileira. A água graduada fica parada em canteiros, esperando a evaporação para que o sal possa florar e ser colhido.
-
Nesse início de julho, quando é tempo de inverno nesse canto de Nordeste brasileiro, o sal dificilmente pode ser colhido. Mas, como esse ano o inverno tem poucas chuvas, o sal está sendo colhido mecanicamente pelas colhedeiras e transportado em caçambas para o sistema de lavagem. Antigamente esse serviço ocupava 15 homens e demorava mais de duas horas para encher um caminhão. Hoje, apenas dois homens manipulam a colheita e em menos de três minutos conseguem encher um caminhão.

Depois de colhido, o sal vai ser “lavado” que é a utilização de uma salmoura saturada e controlada, que evita a dissolução do sal e reduz o teor de impurezas. O sal lavado é centrifugado e segue em esteiras para a unidade de beneficiamento ou para estocagem em pilhas ou pirâmides de sal com 10 metros de altura e 500 metros de comprimento.

O sal e o velho cata-vento azul na entrada da cidade são dois símbolos de Macau, distante 180 km de Natal. O município tem praias belíssimas e totalmente desconhecidas até mesmo pelos potiguares. Destaque para a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponto do Tubarão dentro das praias de Barreiras e Diogo Lopes.

3 comentários:

procivil disse...

maravilha de fotos, seu Alex.

Ceicinha Câmara disse...

Olá, Alex!
Que bela postagem!
Será que eu poderia colocá-la em meu blog, para que os meus amigos portugueses conheçam nossas maravilhosas?
Aguardo sua resposta através do meu e-mail.
Um abraço de uma luso-potiguar, que ver seus dias passarem em terras do Fernando Pessoa e gosta de contá-los.

Ceicinha Câmara

tereza disse...

eu tenho um blog chamado cataventoazul , gostaria e postar essas fotos maravilhosas.
Favor enviar resposta para meu email caso seja possível!

grata!