15 de novembro de 2007

Livro mostra Beco da Lama em crônicas cotidianas

Leozito escrevendo o autógrafo do seu livro para este blogueiro.
-
por Alexandro Gurgel
-
O intrépido jornalista Leonardo Sodré lançou, ontem, o livro "Crônicas do Beco da Lama", que reúne diversos textos já publicados em jornais, blogs e sites. O local escolhido foi o Bardallo's, barzinho aconchegante na adjacência do próprio Beco da Lama.

O cenário para suas narrativas é o Beco da Lama, centro nevrálgico da intelectualidade natalense, onde a boêmia cotidiana é responsável por agregar escritores, artistas, médicos, advogados, poetas, jornalistas, comerciantes, mendigos, prostitutas, desempregados, enfim, toda essa fauna humana que habita a magia da lama do Beco.

A partir de hoje, a obra estará disponível nas melhores livrarias da capital ao preço de R$ 20,00, reunindo 30 narrativas produzidas entre 2002 e 2007. Além dos textos do autor, o livro tem apresentação e prefácio dos escritores Plínio Sanderson e Eduardo Alexandre e "orelhas" assinadas por este blogueiro e o jornalista Eugênio Meio-Quilo.

"Idiossincrático convicto, de santíssimos saberes, é o exegeta dessa paróquia dos pecados. De fé inquebrantável, na contramão do batalhão de suicidas sindicalizados que aporta sorrateiramente, esse menino de cinqüenta e poucos anos é sobrevivente de todo dia.." escreveu o poeta Plínio Sanderson, no prefácio do livro.

Para o jornalista e poeta Eduardo Alexandre, outro prefaciador da obra, a realidade se mistura a ficção a tal ponto que qualquer leitor desatento aceitaria tudo por verdade, tal é a verossimilhança dos pormenores. "Saber o que é acontecência ou ficção (ou mentira) é o grande dilema do leitor destas Crônicas do Beco de LeoSodré. É o mistério que os textos deixam, fora um prazer imenso, oriundo de um humor cativante e da certeza de se tratarem de textos de amizade", escreveu.

Aos 53 anos, Leonardo Sodré é pai de um filho (já falecido), duas filhas e tem cinco netos. Jornalista experimentado, o autor já trabalhou em vários jornais, entre eles O Mossoroense, onde exerceu o cargo de editor geral, seu último contato com ambiente de redação.

Atualmente, dedica-se a assessorias de imprensa e apresenta o programa "Câmara Cultural", na TV a Cabo 37 da TV Câmara de Natal. Já participou de várias antologias, como "Cantões, Cocadas - Grande Ponto Djalma Maranhão", organizada por Eduardo Alexandre e "Dom Nivaldo - Um Semeador de Alegrias (biografia), de Diógenes da Cunha Lima.

No livro "Beco Estreito", do fotógrafo Hugo Macedo, participou fazendo as ilustrações. Esse é o seu primeiro livro solo. Publica crônicas em diversos sites e jornais de Natal, e mantém o blog http://www.becopress.blogspot.com/, onde escreve diariamente.
-
Matéria publicada no jornal O Mossoroense.

Um comentário:

alexandre disse...

UM DETALHE APENAS...A FOTO DA CAPA E PROJETO GRÁFICO DA MESMA FORAM DESENVOLVIDOS POR ALEXANDRE OLIVEIRA - ARTE &ARGUMENT0 DESIGN.
GENTILMENTE CEDIDO PELO SEBO VERMELHO EDIÇÕES.