17 de janeiro de 2009

Pipa: um puteiro a céu aberto

AG Sued
Para os endinheirados aventureiros, que buscam a famosa composição “sexo, drogas e rock and roll”, a praia de Pipa é o lugar certo. Distante 85 quilômetros de Natal, a praia já foi um paraíso perdido de naturalistas e eco-turistas que buscavam nas suas praias desertas e suas falésias a tranqüilidade para longos descansos.

Anos atrás, a atmosfera charmosa da Pipa só era comparada a Angra dos Reis, no Rio de Janeiro; Bombinhas, em Santa Catarina; Arraial d’Ajuda, na Bahia; e Jericoacoara, no Ceará. A mais badalada praia potiguar ficou cosmopolita demais. Os gringos cheios de grana não respeitam as Leis brasileiras e consomem maconha e cocaína nas mesas de bares.

Um lugar onde se fala todas as línguas do mundo e todos os sotaques brasileiros, como uma Torre de Babel, atrai garotas de programas que “rodam a bolsa” a luz do dia, sem o menor pudor, como se aquela cena fosse coisa costumeiras nas ruelas estreitas de Pipa. Na rua principal, alguns bares funcionam como “casa de drink”, oferecendo aos seus clientes a receita: música, mulheres e drogas.

Alguns empresários sérios e nativos estão reclamando que depois da meia-noite, quando todos os gatos são pardos, os maluquetes podem consumir maconha ou cocaína na maior escancaração do mundo, num barzinho super-bem-transado, onde um gringo administra a casa na certeza da impunidade.

Enquanto isso, a Polícia é omissa porque faz vista-grossa ou não realiza as blitz necessárias para coibir os abusos, principalmente praticados pela cara-de-pau dos gringos que não respeitam as Leis brasileiras. A impunidade aos “empresários da noite” também atrai assaltantes e arrombadores de casas.

Do jeito que a coisa vai, para que a praia de Pipa se torne um grande cabaré sofisticado, só basta cercar a área. A prostituição, os consumos de drogas, o abuso de certos gringos e a certeza da impunidade, estão aumentando consideravelmente a violência na praia mais badalada da costa potiguar.

Se as autoridades (in) competentes não fizerem alguma coisa, Pipa está destinada a ser conhecida também com um grande puteiro a céu aberto.

8 comentários:

PS7KM disse...

Caro Alex,
Parabens pelo texto. Fiel. Realmente é o que acontece em Pipa.
Abs, Karl Leite

Jerônimo disse...

Parabéns, caro Gurgel, pelo texto bem antenado com a real situação das coisas; infelizmente, o Brasil está assim, um descaso só, falta uma política séria para lidar com esses males modernos. Vá um turista brasileiro fazer alguma dessas sacanagens nas terras alheias que verá o que é bom prá tosse. Mas aqui não, pode tudo!

A continuar esse estado de coisas, o nome "Pipa" vai terminar trocando uma letra do vocábulo para melhor se adequar à orgia que estão fazendo do lugar, aliás um belísimo lugar com nativos maravilhosos. Geralmente, os de fora é que fazem a cachorrada, muitos deles fixando-se no local só para armar a bandalheira.

Triste realidade...

Theo G. Alves disse...

expurgos de amsterdã, sodoma tropical?

pra onde esse mundo vai?

Yan disse...

Sou do Recife, fui a Pipa algumas vezes, mas hoje já não vou.
Concordo com a sua descrição.
Ademais: a praia mais próxima da vila é imunda; o trânsito é caótico; hotéis e restaurantes são caríssimos; os estrangeiros estão todos atrás de drogas e prostituição.

O progresso (e a ganância) acabaram com Pipa.
Acho que só paulistas (e estrangeiros que gostam mesmo é dessa bagunça, que não podem ter no país de origem) ainda gostam de Pipa.

CHANDLER BENNINGTON disse...

SÉRIO? VOCE ACHA QUE ESSE É UM PROBLEMA SO DA PIPA ?

aqui no RJ existe a famosa VILA MIMOSA, lugar conhecido internacionalmente onde literalmente é um puteiro a céu aberto.
Uma rua onde as mulheres ficam na frente dos bares com os minimos trajes e, JURO, outras sem trajes nenhum, ofertando programas de 15 a 25 reais (25 é a carissima, aquela com tudo em cima). Autoridades frequentam o local, não pra dar blitz, não para punir ou coibir, mas para arrecadar $$ e transar GRATUITAMENTE com as mulheres como "propina".

Esse é um problema de todo o território nacional infelizmente. Mas pelo menos aqui, acho que existem questões muito mais serios para esses policiais do que prostituição e drogas, é a segurança do carioca e turista que está extremamente ameaçada.

DESEJO QUE ESTE PROTESTO SEU DA PIPA E MEU SOBRE A SEGURANÇA CHEGUE AOS OUVIDOS DE AUTORIDADES COMPETENTES

Isaac de Pipa disse...

Prezado Gurgel, quanto lenga lenga... textos como esses apenas ressaltam a vontade e inveja que é produzida e financiada pelos Natalenses que ja esgotaram suas atrações turisticas, entupiram sua orla de hoteis e resorts para os mesmos "gringos" que tanto criticam, esgotaram seus recursos, estão falindo devido ao excesso de ganancia com oferta em demasia e cada vez menos procura... hoje apenas restou um morro do Careca e uma Ponta Negra, ah Ponta Negra, patrimonio de Natal, a mais bela praia, o melhor ponto, que é sim o tal "puteiro a céu aberto" que tanto dizem e que hoje sozinho rende ao turismo tudo aquilo que pode render com sua droga facil e suas putas espertas, vide a matéria do SBT Noticias em três dias seguidos.

Pipa encanta cada vez mais os turistas que não deixam de comentar inumeras vezes: "que pena que nosso pacote turistico incluia apenas 01 noite em Pipa e 06 em Natal, gostaria de ter ficado em Pipa o tempo todo, Natal é muito turistico, muito massante, falta opções, só é bom para homens buscando prostitutas".

Mas bem, a beleza de um blog é a parcialidade e o não-compromisso.

Aliás, se aqui em Pipa tem PUTAS,elas vem de Natal,vocês que as mandam para cá, assim como os traficantes de pó e de crack que estão tentando fazer de Pipa uma nova Ponta Negra, porém Pipa tem uma força especial de empresarios, moradores, comunidade e formadores de opinião que jamais deixarão acontecer o que aconteceu em Ponta Negra. Os empresarios de Natal que tentaram abrir pontos aqui como o polemico "Fuzio" que ja sofreu represalia e em breve fechará, com seu esquema estabelecido em Natal, tentou aqui tambem criar uma fachada de puteiro trazendo todas as meninas de Natal para cá mas não dará certo, a gente se une e luta contra tudo isso. Desculpe se Pipa hoje é um lugar de charme e turismo de alto nivel, com belezas naturais protegidas... uma pena que não tiveram capacidade de fazer o mesmo com Ponta Negra, mas os usaremos como exemplo do que não fazer: abrir as pernas para os gringos de forma desorganizada.

Aliás, de todos os comentários a favor da matéria sem nexo, aos que disseram que não virão mais a Pipa, se forem realmente coerentes, em Natal jamais voltarão pois está 200 vezes pior.



Abraços!

J. Carlos disse...

Concordo tanto com o Gurgel, quanto o Isaac, mas ñ existe essa de aki e' melhor q la', nessas comparaçoes quem perde sempre sao os moradores. E infelizmente essa e' uma realidade. Uma coisa q todos deveriam reconhecer e' aonde vao todos os tipos de pessoas, leia-se todos os tipos de gringos, da uma cagada so'. Caberia ao estado ou mesmo o municipio catalogar e investigar quem entra no pais, como eles fazem conosco quando queremos conhecer o pais deles. Ja bastam os ladroes q foram enviados pra ca na epoca da colonizaçao, ja bastam seus descendentes em Brasilia. O Brasil nao precisa de mais ladroes. E' claro q se vier com boas intençoes seram bem vindos. E' uma pena q sejamos tanto subservientes quando trata-se de estrangeiros. Lembrem-se que estes FDP nao sao melhores q agente em nada!!! P.S. Desculpe os erros gramaticais, o texto foi escrito num celular.

Anônimo disse...

isso é enveja, pipa num é assim ñ,
vc ta deflamando pipa.
q pipa nunca foi assim.