3 de abril de 2009

Grand Circo da Lama

AG Sued
Assembléia da Samba realizada no auditório do Solar Bela Vista, na ladeira da Ribeira, decidiu as regras para as eleições no Beco da Lama.
-
Senhora e senhoras. Abrem-se as cortinas para mais uma eleição no Beco da Lama. O Solar Bela Vista foi o local escolhido para armar a tenda, juntando os artista no mesmo picadeiro para a primeira Assembléia Deliberativa, acontecida na tarde dessa quinta-feira, 02 de abril.

Com as arquibancadas lotadas, o show começou com o atual proprietário do circo, Julio Cesar Pimenta, formando a mesa da Assembléia. Na presidência, o advogado Paulinho Procópio devidamente fantasiado, assessorado pela produtora cultural Daniele Brito.

Depois de uma ligeira arenga, leões, ursos e veadinhos resolveram acalmar os ânimos e votar a pauta, dando inícios os trabalhos circenses. Ficou decidido que o grande espetáculo do “Grand Circo da Lama” (a eleição da Samba) será realizado no dia 1º de maio, numa sexta-feira, Dia do Trabalhador, inicio de um feriado prolongado.

Se equilibrando numa corda bem bamba, numa peinha de nada, a Comissão Eleitoral foi formada pelo jornalista Céfas Carvalho, pelo professor Helinho e pelo produtor cultura e atual gestor da entidade, Julio Cesar. O fotógrafo Hugo Macedo e o artista Venâncio Pinheiro ficaram na suplência dessa comissão, segurando a rede de segurança pra galera não cair.

Durante o show de horrores, ficou decidido que as chapas podem fazer as inscrições para concorrer à Sociedade dos Amigos do Beco da Lama e Adjacência (Samba) até 48 horas antes da data do sufrágio becodalamense. A posse do novo presidente do Beco será dia 9 de maio, durante o show do Festival MPBeco.

Antes de terminar o espetáculo, as atenções foram voltadas para o Globo da Morte, onde um poeta ensandecido e um livreiro encarnado travavam um duelo letal. Numa esfera pequena e enlameada, os oponentes prometem muitas emoções para os próximos episódios.
-
As cortinas foram fechadas e a platéia ficou com cara de palhaço, esperando o pronunciamento da atual diretoria sobre os últimos acontecimentos da entidade.

8 comentários:

Potiguarando disse...

Belo texto, amigo Alex!
Vamos agora esperar as plataformas, os conchavos, as propostas, o toma-lá-dá-cá, o futuro do Beco.
Abraço forte!
José Correia Torres Neto

Civone Medeiros disse...

Disse tudo, amigo!

Ou, faltou pouco por dizer... A alegoria do circo é perfeita, pena, sermos feito de palhaços, mesmo sem não sê-los...

Civone Medeiros

Anônimo disse...

Eita! Tá dada a largada...

Alex Gurgel gostei muito da sua crônica sobre a "crônica situação da SAMBA". Ah! Quero votar, como faço...???

Um abraço
Bomfim

Rafael Duarte disse...

Caro Bonfim, com a licença do Alex, a quem foi dirigida a pergunta, respondo q vc só vota se tiver o nome da lista. Alex, só pra evitar aquele bate-boca de 2006entre você e a digníssima Josineide Varela, blz? Á propósito, publiquei a matéria da eleição passada lá no Meio da Rua. Dá uma olhada lá. Aquele abraço!

Sérgio Vilar disse...

kkkkkk Tu és uma onda, Alex! Ei, quem é o mágico?..rs

Anônimo disse...

Como sempre, no Beco e no "Grande Ponto":

Todo mundo fumando "páia" estragada! Todo mundo! Fumaceiro total!
Arre égua!
Laélio

Anônimo disse...

Ótima tradução deste cotidiano de lama

Não chega a ser um circo de horror, embora mulheres barbadas e engulidores de cobras se fantasiam de pseudos boêmios e sobrevivem de goles e cigarros alheios.

no mais um parque de diversões onde cai agua e cai barraco..

realmente esqueçamos os mágicos

eles não podem fazer nada

Anônimo disse...

Ótima tradução deste cotidiano de lama

Não chega a ser um circo de horror, embora mulheres barbadas e engulidores de cobras se fantasiam de pseudos boêmios e sobrevivem de goles e cigarros alheios.

no mais um parque de diversões onde cai agua e cai barraco..

realmente esqueçamos os mágicos

eles não podem fazer nada