1 de junho de 2009

Do xote ao maracatu

AG Sued
Cantor e compositor Galvão Filho lança sexta-feira, às 19h, no pátio da Funcarte, seu CD “Achados e Perdidos”.

Não existe nordestino que não se anime com um xote bem tocado ou com uma percussão de maracatu. Não tem jeito, está no sangue. Na próxima sexta-feira (5), quem for ao pátio da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) poderá se deliciar com um passeio pela MPB, a Música Potiguar Brasileira. É que o cantor Galvão Filho lançará seu mais novo filho, “Achados e Perdidos”. O show, com as músicas do CD inédito, poderão ser ouvidas gratuitamente às 19h.

“Achados e Perdidos” é o quarto CD lançado pelo cantor. Antes, gravou “Na Palma da Mão”, “Forró pra Valer” e “Coco pra Vadiar”. Todas as canções do novo álbum são autorais, com arranjos do cantor e compositor Babal e do maestro Franklin Nogvaes. O novo álbum tem o apoio da Capitania das Artes, Governo do Estado, Cosern, Super Star Eventos e Castelo Casado Iluminações.

Sobre Galvão Filho

Nascido em berço musical, já que toda sua família é de músicos, Galvão Filho não poderia negar o sangue de artista: é cantor, percussionista e compositor. Natural de Natal, onde vem desenvolvendo seu trabalho artístico, iniciou sua carreira em 1975, participando de eventos culturais e levando sua música a outros estados como Ceará, Paraíba e Bahia.

O produto musical do cantor é resultado de sua dedicação à percussão e à pesquisa de ritmos e manifestações folclóricas nordestinas. Foi componente nos anos nos anos 1970 e 1980 do grupo Bando de Natal, cuja proposta era repensar a música nordestina com uma visão moderna.
-
Galvão Filho tem também uma participação importante na música moderna potiguar, como compositor com canções que participaram do circuito nacional do Projeto Pixinguinha e com canções gravadas por vários artistas, como Babal, Sueldo Soares e Banda Mandacaru. Em seu trabalho encontramos ainda canções para peças teatrais e para grupos de dança moderna e folclórica.

Fez shows ao lado de nomes expressivos da Música Popular Brasileira como João do Vale, Marinês e sua Gente, Julinho do Acordeom, Xangai, Zeca Baleiro, Cascabulho e Zé Ramalho. Sua música “A Energia dos Cristais” está no repertório de Alcimar Monteiro, no CD “O maior forró do mundo”.

Serviço:
O quê? Lançamento do CD “Achados e Perdidos”, de Galvão Filho
Onde? Pátio da Capitania das Artes. Av. Câmara Cascudo, 434, Cidade Alta
Quando? Sexta-feira (5), às 19h
Entrada gratuita

Um comentário:

Rachel disse...

Sou admiradora e apreciadora do trabalho deste grande artista, Galvão Filho.
O trabalho ACHADOS E PERDIDOS é uma obra maravilhosa, completa em harmonia, musicalidade e poesia.
Suas parcerias com o Poeta Gilmar Leite são deleites para nossa alma e coração.
Desejo sempre...Todo sucesso a esse artista que tão bem e lindamente representa sua gente e sua terra!
Abraços poéticos,
Rachel Rabelo.