20 de junho de 2009

Caruaru: a cultura em festa

Alex Gurgel
Bonecos de barro, tradição deixada pelo Mestre Vitalino para a comunidade do Alto do Moura.

Este ano, o grande homenageado dos festejos juninos em Caruaru será Vitalino Pereira dos Santos. Se vivo fosse, o Mestre do Barro completaria 100 anos no próximo dia 10 de julho. Intitulado “100 anos de Vitalino, a Cultura em Festa”, as festividades juninas em Caruaru só terminam depois de 40 dias de celebrações, no dia do aniversário de vida de Vitalino, configurando-se como o “Maior São João do Mundo”.

O funcionário do Grande Ponto adentrou o sertão pernambucano pela BR 230, percorrendo mais de 600 km, até o município de Caruaru para registrar as comemorações dos “100 anos do Mestre do Barro” em uma série de matérias. Afinal, foi pelo talento e simplicidade de Vitalino que Caruaru ficou conhecida nacionalmente. Por isso, a Prefeitura de Caruaru decidiu prestar uma merecida homenagem ao Mestre.

De acordo com Djanir Vasconcelos, diretor da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, o investimento financeiro para o São João 2009 está orçado em R$ 6 milhões, com a grande maioria destes recursos sendo captada através da iniciativa privada, com as empresas patrocinadoras. Ainda segundo o diretor, neste período deverão ser gerados aproximadamente 1.500 empregos diretos e 3.000 indiretos.

A famosa Feira de Caruaru está montada em torno da Estação Ferroviária, mostrando o mais rico artesanato do país com a comercialização de produtos em couro, bordado, madeira, palha, flandres e peças de barro confeccionadas pela família Vitalino. No largo da Estação, também estão instalados lanchonetes, restaurante e bares apresentando a vasta culinária regional.

No dia de São João (24 de junho), aproximadamente 700 bacamarteiros oriundos de toda região Agreste de Pernambuco desfilarão pelas ruas de Caruaru divulgando a cultura popular. Através dos tradicionais estouros dos bacamartes, o espetáculo retratará uma das mais genuínas manifestações artísticas da cidade. Cem tiros de honra acontecerão em memória do Mestre Vitalino.

Criado há oito anos, o “Festival de Repentistas e Declamadores” está sendo promovido no palco principal do Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga. O Festival reunirá as melhores duplas de repentistas, poetas, coquistas e declamadores do Brasil. No São João de Caruaru 2009, repentes, coco e poemas vão ser elaborados com o tema do Mestre Vitalino, para enriquecer as homenagens ao grande artista.

No dia 10 de julho, finalizando as comemorações do São João em Caruaru “100 anos de Vitalino, a Cultura em Festa”, haverá um desfile que será composto de uma grande ala de bonecos gigantes, reproduzindo bonecos de Vitalino, bacamarteiros, bandas de pífanos e quadrilhas autênticas.

Como participações especiais, haverá a presença de artistas locais, escolas e entidades ligadas à cultura pernambucana. A Maior Fogueira do Mundo também faz parte da programação e será acesa no dia de São Pedro (28 de junho), na Igreja do Convento Centenário. Em seu entorno, haverá apresentações de grupos regionais e forró a noite inteira.

2 comentários:

Alexandre disse...

HEY MEU BROS ALEX...FOI BOM ARE3SENHA ,,, AS ARENGAS,,, E O SABADÃO PELO CENTRO,,,É MUITO BOM MESMO ATIÇAR AS POLÊMICAS DO BECO ... ATÉ SOBRE UMA LOGO ALUSICA A SAMBA...TUDO FAZ PARTE...VALEU MESMO PELOS DEDDOS DE PROSA...ALEX

Anônimo disse...

Chegamos, Nízia e eu, ontem 22/06 à noite, de Caruaru. Fomos no sábado, dia 20/06, bem cedinho. A cidade está intupida de gente. Lá estão fazendo uma grande homenagem aos 100 anos do Mestre Vitalino. Pudemos presenciar o quanto o mestre é querido e ovacionado lá em Caruaru. Dançamos forró ao som da sanfona, zabumba e triângulo.

Manoel Bomfim