16 de setembro de 2009

Entre Nós

"Possuo uma crueldade excepcional que, quando adormecida, cede lugar a uma ternura intrigante, curiosa, que me entorpece, me alivia. Sou escravo dessas duas realidades. Elas me fazem nascer e renascer, todos os dias, e me tornam humano. Sempre que atravesso a delicada e invisível fronteira que as separam, sou tomado por uma espécie de estupidez execrável que, com o passar dos anos, me fez perceber que o espaço que separa a vida da morte é feito de silêncio, do simples quebrar de um salto, de uma brevidade não medida pelo tempo. Somos movidos por uma bomba-relógio chamada coração, cujo controle não nos pertence. Deixei de sentir revolta, aprendi a não brigar com o que desconheço, perdi o sentido do pecado."

Entre Nós
Dança/Teatro
Direção: Diana Fontes
Texto: Cláudia Magalhães

Dia 17 de setembro: Teatro Dix Huit Rosado/Mossoró - 20h
Dia 18 de setembro: Centro Cultural Adjunto Dias/Caicó - 20h
Dia 19 de setembro Teatro Candinha Bezerra/Santa Cruz - 20h
Dias 17 e 18 de outubro: Casa da Ribeira/Natal - 20h

Um comentário:

Luiz Assunção disse...

Alex, estive por aqui e vou voltar com mais tempo.
Abraço,
Luiz Assunção