18 de março de 2009

84 anos de Dona Militana

Este blogueiro já fez esse clamor no Grande Ponto, em agosto do ano passado: “Salvem Dona Militana”... Hoje, a romanceira mais importante do Brasil está internada num hospital se recuperando de uma hipertensão e ainda sofre com grave problema respiratório, que dificulta a oxigenação do seu cérebro. Se não fossem os cuidados da prefeitura de São Gonçalo do Amarante, ela já tinha morrido.

A romanceira Dona Militana é o último bastião cultural vivo do folclore potiguar e completa 84 anos de vida nessa quinta-feira, 19 de março, Dia de São José. Em 2005, foi condecorada pelo presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, como uma das mais importantes romanceiras do Brasil.

Nascida em São Gonçalo do Amarante, ainda vive com a família no sítio Oiteiro. É considerada a principal guardiã do romanceiro medieval nordestino. Dona de memória privilegiada, capaz de recitar longos enredos do romanceiro nordestino que ouviu na infância.

De origem humilde, negra, sem escolaridade, Dona Militana aprendeu a cantar romances ibéricos e nacionais com o seu pai, Atanásio Salustino do Nascimento, quando trabalhava na roça. Sua memória guarda, por tradição oral, um considerável acervo, o que faz dela uma enciclopédia viva cultura popular.
-
Vejam um maravilhoso cordel cantando a vida e obra de Dona Militana. Clique Aqui

2 comentários:

lapisvirtual disse...

Muito oportunas as suas palavras sobre Dona Militana. Ela é o nosso precioso e último cântaro/canto de barro. Parabéns por isso e pelo blog todo.

" Poetisa dos Ventos" disse...

Bênçãos Alma Boa! Vale ressaltar que esse Cordel foi escrito por Rosa Régis a Cordelista da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte, Poeta Del Mundo! Que consiente de descaso regalado aos artistas, a poesia influencia o meio, e a Poetisa com seus versos grita Salvem Dona Militana!

Saudações Deth Haak " A Poetisa dos Ventos"